Site Autárquico Loulé

69.º Troféu Mundial de Acordeão encerra sábado no Salão de Festas

69.º Troféu Mundial de Acordeão encerra sábado no Salão de Festas

Cultura

08 de novembro 2019

Loulé tem estado a acolher, desde o passado dia 3 de novembro e até ao próximo dia 9, sábado, o 69.º Troféu Mundial de Acordeão, iniciativa que resulta de uma organização conjunta da Associação de Acordeão do Algarve e da Confederação Mundial do Acordeão, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé.

Palco privilegiado deste acontecimento de referência, o Cine-Teatro vive dias de grande azáfama de alunos, professores, pais, acompanhantes, membros do júri deste prestigiado Troféu, cujas provas decorrem desde as 9h00 da manhã até às 18h00 naquela que é a sala de espetáculos, por excelência, da cidade. E muito público, claro!

Pelas 21h00 de cada um dos dias da semana (à exceção do dia 6 de novembro) têm-se realizado concertos com prestigiados intérpretes de todos os cantos do mundo com demonstrações ao mais alto nível, como é disso exemplo o “Concerto de Abertura” (domingo), o concerto “Estrelas do Acordeão Mundial” (segunda-feira), o “Concerto Sénior Virtuoso I” (terça-feira), o “Concerto Júnior Virtuoso” (quinta-feira), bem como, nesta sexta-feira, o “Concerto Sénior Virtuoso II”.

Noutro palco, o do Salão de Festas de Loulé, decorrerá no dia 9 de novembro, pelas 21h00, o concerto de encerramento do Troféu que é o “Concerto de Vencedores”, altura em que já estará anunciado o campeão do mundo de acordeão 2019.

Em paralelo, nas ruas e noutros espaços da cidade, nomeadamente nos equipamentos culturais da Câmara Municipal de Loulé, a presença das 26 delegações internacionais também não passa despercebida. Desde domingo qu,e quer o Auditório do Solar da Música Nova, quer a Sala Polivalente do Palácio Gama Lobo, foram já palco de importantes iniciativas no âmbito deste Troféu Mundial de Acordeão, nomeadamente das conferências “O acordeão na música clássica/música ligeira”, proferida pelo campeão mundial de acordeão, Radu Ratoi, “O acordeão na música de câmara”, dinamizada por Charm Trio, e “O acordeão na música brasileira”, proferida por Douglas Borsatti.

Na Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andersen, decorreu ontem a conferência “O acordeão na música jazz” e hoje, sexta-feira, terá lugar “O acordeão nas novas tecnologias”, da responsabilidade de Petar Maric.

Trata-se do concurso de acordeão de maior prestígio a nível mundial e, por isso, este ano, a Confederação Mundial do Acordeão registou um record no número de inscrições: 164 no total. Destes, 15 participantes a concurso são portugueses, dos quais 7 são do Algarve e 2 da cidade de Loulé, “terra do acordeão”, assegura Gonçalo Pescada, delegado português da confederação mundial, membro do júri internacional e presidente da Associação de Acordeão do Algarve que acrescenta “é um enorme orgulho representar Portugal numa competição mundial”.

Gonçalo Pescada não descarta a hipótese de, à semelhança de anos anteriores, Portugal arrecadar o troféu, tal como sucedeu com João Frade e Luís Mira, embora “noutras categorias, já que este ano temos uma forte representação portuguesa nas categorias por faixas etárias e também numa criada apenas para este ano, o corridinho”, esclarece o músico e professor que, no entanto, reconhece como países fortes candidatos à vitória a China, a Rússia, a Ucrânia, a França, a Itália, a Sérvia, a Croácia e a Bósnia.

De realçar que todo o trabalho de organização deste Troféu que agora decorre começou há já mais de um ano quando, em 2018, a Associação de Acordeão do Algarve, em parceria com a Câmara Municipal de Loulé, apresentou uma candidatura à Confederação Mundial de Acordeão, sendo que inicialmente estavam mais dois países a concurso (China e Sérvia). “A visita do Comité Executivo da CMA (Confederação Mundial de Acordeão), um ano antes de avançar com o processo de seleção, e as condições apresentadas pela região e pela cidade de Loulé ditaram a escolha final” – refere Pescada, presente no processo desde a primeira hora.

Quanto a uma outra candidatura, mencionada na altura, a do acordeão a Património Cultural e Imaterial da Humanidade, Gonçalo Pescada, membro da Associação de Acordeão do Algarve, adianta que deverá incidir “num processo gradual e bem fundamentado de investigação das tradições e costumes apoiado em bases científicas”. “Creio que as raízes estão lançadas. Resta reunir informação e avançar com o processo. Talvez o Sr. Francisco Sabóia, que tem um imenso espólio de acordeões no museu em Paderne e experiência na organização de Galas Internacionais do Acordeão há quase três décadas, possa dar um forte contributo para esta candidatura”, considera.

Para mais informações os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar a sua página de facebook www.facebook.com/cineteatrolouletano ou o seu renovado website http://cineteatro.cm-loule.pt, ambos em permanente atualização, bem como a sua conta no instagram (cineteatrolouletano).

O Cine-Teatro Louletano é uma estrutura cultural no domínio das artes performativas da Câmara Municipal de Loulé e está integrado na Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve e na Rede 5 Sentidos.